NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal, no uso de suas atribuições, manifesta seu mais profundo repúdio e indignação à conduta do sargento da Polícia Militar Flávio Mendes que, no dia 6 de março, publicou um vídeo, de forma irresponsável, nas redes sociais, em que supostamente servidores do Hospital Regional de Brazlândia - HRBZ estariam na sala de descanso, enquanto diversos pacientes aguardavam atendimento no nosocômio.

O CRO-DF entende que a conduta do policial militar é grave, pois, além de não estar alinhada com a missão e a grandeza da Polícia Militar do Distrito Federal, não retrata fielmente a realidade e só serviu para ferir a honra e a imagem de toda a classe odontológica, que se empenha em prestar um serviço de qualidade para a sociedade e para criar um falso estigma dos Cirurgiões-Dentistas que atuam no HRBZ.

Diante da gravidade dos fatos, o CRO-DF, Autarquia responsável pela supervisão da ética profissional, por zelar e trabalhar pelo perfeito desempenho ético da Odontologia e pelo prestígio e bom conceito da profissão e dos que a exercem legalmente, espera que a conduta do servidor público seja devidamente apurada pela Corregedoria da Polícia Militar e que sejam tomadas todas as medidas cabíveis ao caso.

Brasília, 18 de março de 2019.


MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS, CD

Presidente do CRO-DF