Vice-governador Paco Brito diz inverdades sobre a Odontologia em entrevista à Rádio CBN

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF) vem a público expressar seu mais profundo repúdio e indignação à entrevista concedida ao programa CBN Brasília na última quarta-feira, 3 de fevereiro, pelo vice-governador do DF, Paco Brito, que proferiu inverdades quando questionado por um cirurgião-dentista acerca da não inclusão, até o momento, dos profissionais da Odontologia que atuam em clínicas, consultórios e/ou laboratórios particulares do Distrito Federal no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a Covid-19.

O autor da pergunta explicou que os profissionais da Odontologia, sem exceção, exercem ocupações de saúde sujeitas ao contágio pela doença, por terem contato diário com os fluidos da cavidade bucal de pacientes e aerossóis.

Ao responder, o vice-governador afirmou que os profissionais de saúde bucal que atuam na rede privada poderiam se prevenir melhor e assim evitar um possível contágio pelo agente causador da Covid-19, o que não é verdade. As medidas de biossegurança recomendadas pelas autoridades sanitárias nacionais adotadas nas clínicas, consultórios e outros estabelecimentos odontológicos privados são as mesmas adotadas no Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a rigorosa higiene das mãos e dos equipamentos; o uso de EPIs; o cuidado extremo no manuseio de instrumentos perfurocortantes; a esterilização, desinfecção e limpeza cuidadosa de todos os itens, dispositivos e superfícies são procedimentos que, há pelo menos quatro décadas, são realizados em consultórios e clínicas odontológicas e totalmente custeados por seus responsáveis.

Paco Brito também disse que os pacientes que utilizam serviços de Odontologia privados ainda estão confinados em suas casas por conta da pandemia, o que configura outra inverdade. Apesar da gravidade da doença, não é possível negligenciar a saúde bucal, fator essencial para evitar o surgimento de cárie, mau hálito e o desenvolvimento de doenças mais graves.