CRO-DF realiza a palestra “Ultrassom facial: o exame de ultrassom e suas perspectivas na Odontologia”

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF) promoveu a palestra “Ultrassom facial: o exame de ultrassom e suas perspectivas na Odontologia”. O encontro aconteceu, na terça-feira (9), no Auditório São Leopoldo Mandic, unidade de Brasília, localizado no Centro Comercial Terracotta, no Lago Sul.

O presidente do CRO-DF, Dr. Marco Antônio dos Santos, ressaltou que o ultrassom é importante no sentido de prevenir intercorrências na Odontologia.

“O ultrassom facilita muito e protege o paciente de problemas futuros. O profissional poderá trabalhar com muito mais segurança. Como o ultrassom ainda está começando, vai evoluir muito. E tenho certeza de que muitos profissionais usarão esse recurso nos próximos atendimentos clínicos que irão fazer.”

A cirurgiã-dentista Fernanda Vieira Bezerra foi convidada para explanar sobre a importância e como esse sistema inovador impacta a saúde e a estética dos pacientes.

Também estiveram presentes o ex-presidente do CRO-DF e conselheiro do Conselho Federal de Odontologia (CFO), Dr. Samir Najjar; outros cirurgiões dentistas e acadêmicos.

Ultrassom facial
De acordo com Fernanda Bezerra, o objetivo da palestra foi explicar para os profissionais da Odontologia sobre as perspectivas do exame de ultrassonografia.

“O objetivo da palestra foi passar para os profissionais da Odontologia sobre as perspectivas do exame de ultrassonografia. Este método pode ser utilizado não só na harmonização orofacial, que vem despontando grandemente, mas também em outras áreas da Odontologia, trazendo segurança e previsibilidade. Este já é um cenário presente para os profissionais e também, consequentemente, para os pacientes”, disse.

A cirurgiã-dentista ainda comenta sobre as perspectivas desse segmento, que segue crescendo despontando.

“Prevemos que, nos próximos anos, este será o novo espelho clínico do cirurgião-dentista. Assim como para os médicos, o ultrassom será um novo estetoscópio. Ele funcionará como um scanner de avaliação prévia no dia a dia dos consultórios dos dentistas.”

Para ela, essa tecnologia influenciará o lado positivo da segurança e o respaldo legal, proporcionando imagens internas e externas.

São inúmeras as perspectivas de crescimento para este mercado nos quesitos de pesquisas, aplicações de novas técnicas cirúrgicas para a Odontologia e de injeções de novos produtos.

“Então, a atração, por ser um exame não invasivo, não emite radiação ionizante e não necessita de contrastes por ser portátil. Ele também permite toda essa avaliação, inclusive em cenários de evolução de pesquisas e de técnicas para a Odontologia.”

Ela é especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia. Também é mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília e possui habilitação em Ultrassonografia Orofacial pelo Instituto Thopp.

CONTINUE LENDO

BLOG

Mas afinal, o que é a Varíola dos Macacos?

A Comissão de Biossegurança do CRO-DF alerta sobre a Monkeypox Saiba mais Você sabia que as práticas odontológicas podem ajudar no controle e na redução

Agendamento de Atendimento Presencial.

Escolha o local do agendamento abaixo: