Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Política Nacional de Saúde Bucal, “Brasil Sorridente” busca combater dificuldades no acesso aos serviços em regiões vulneráveis

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou, na última segunda-feira (8), o projeto de Lei nº 8.131/2017 que inclui a Política Nacional de Saúde Bucal, também conhecida como Brasil Sorridente, na Lei Orgânica da Saúde. A partir de agora, a saúde bucal passa a ser um direito de todos os brasileiros garantido por lei. O ato reconhece a importância do acesso ao atendimento odontológico no SUS e reforça o compromisso do Governo Federal com o cuidado integral da população brasileira.

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF) é favorável ao programa Brasil Sorridente, pois reconhece sua importância na ampliação do acesso aos cuidados odontológicos e na promoção da saúde bucal da população brasileira.

O projeto prevê a ampliação do atendimento com o credenciamento de 3.685 novas equipes de saúde bucal e 630 novos serviços e unidades de atendimento. Segundo o Ministério da Saúde, o investimento nessas novas habilitações soma R$ 136,87 milhões em 2023. A estimativa é de ampliação do atendimento a mais 10 milhões de pessoas, com um total de acesso aos serviços por 111,6 milhões de indivíduos. O Brasil passa a contar com 33,3 mil equipes atuando em todo o país e 5,6 mil serviços em funcionamento, de acordo com o ministério.

Aprovada pelo Congresso Nacional em novembro de 2022, a proposta de lei prevê o acesso universal, equânime e contínuo aos serviços de saúde bucal, que passam a integrar o SUS definitivamente.

O Brasil Sorridente é uma Política Nacional de Saúde bucal implementada pelo Ministério da Saúde do Brasil em 2004, com o objetivo de promover a saúde bucal e ampliar o acesso aos serviços odontológicos no país.

A Política Nacional de Saúde Bucal, por meio do programa Brasil Sorridente, tem como principais diretrizes:

•             Estratégia de Saúde da Família: A política busca fortalecer a atenção básica em saúde bucal, integrando-a à Estratégia de Saúde da Família. Os profissionais de odontologia são inseridos nas equipes de saúde da família, atuando na prevenção, promoção, diagnóstico e tratamento de problemas bucais.

•             Unidades Odontológicas Móveis (UOMs): As UOMs são consultórios odontológicos itinerantes que percorrem regiões de difícil acesso, levando atendimento odontológico a áreas remotas ou desprovidas de serviços de saúde bucal. Essa estratégia visa reduzir as desigualdades regionais no acesso aos cuidados odontológicos.

•             Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs): Os CEOs são unidades especializadas que oferecem atendimento de média complexidade em saúde bucal, incluindo serviços como cirurgias, endodontia, periodontia e atendimento a pacientes com necessidades especiais. A criação e expansão desses centros tem como objetivo garantir o acesso da população a serviços odontológicos mais complexos.

•             Programa de Prevenção e Controle do Câncer de Boca: O Brasil Sorridente também inclui ações de prevenção e controle do câncer de boca, como a capacitação de profissionais de saúde, campanhas educativas e o estabelecimento de protocolos de diagnóstico e tratamento.

•             Programa de Provisão de Próteses Dentárias: O programa visa garantir o acesso a próteses dentárias para pessoas que necessitam desse recurso de reabilitação oral. A iniciativa inclui a confecção e distribuição gratuita de próteses em unidades de saúde bucal.

O Brasil Sorridente tem contribuído para a melhoria da saúde bucal no país, ampliando o acesso aos serviços odontológicos e promovendo a prevenção de doenças bucais. No entanto, ainda há desafios a serem enfrentados, como a ampliação da cobertura e a melhoria da infraestrutura e qualidade dos serviços, especialmente em regiões mais carentes.

CONTINUE LENDO

BLOG

Imposto de Renda 2024!

Com o início do período para a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), o CRO-DF convidou o contador e advogado Mardonedes Camelo

Agendamento de Atendimento Presencial.

Escolha o local do agendamento abaixo: